santiago
3 de Abril 2016 10h

De Santiago do Cacém a Santiago de Compostela: Conhecer, Preservar e Valorizar o Caminho Português no Sudoeste

COLABORAÇÃO: Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (Reserva Natural das Lagoas de Santo André e Sancha)

APOIO: Câmara Municipal de Santiago do Cacém; Associação Rota Vicentina

“A educação ambiental tem vindo a ampliar os seus objectivos. Se, no começo, estava muito centrada na informação científica e na consciencialização e prevenção dos riscos ambientais, agora tende a incluir uma crítica dos «mitos» da modernidade baseados na razão instrumental (individualismo, progresso ilimitado, concorrência, consumismo, mercado sem regras) e tende também a recuperar os distintos níveis de equilíbrio ecológico: o interior consigo mesmo, o solidário com os outros, o natural com todos os seres vivos, o espiritual com Deus.” (Laudato Si’, 210)

É na emblemática igreja de Santiago Maior, matriz de Santiago do Cacém, uma cidade com fortes ligações à peregrinação a Santiago de Compostela, que se inicia este percurso. Serão percorridos cerca de 5 km até às ruínas do convento franciscano de Nossa Senhora do Loreto, traçando uma etapa da Rota Vicentina que acompanha o Caminho histórico de Santiago. Esse cenóbio, cuja construção data de meados do século XV, foi extinto em 1834; conheceu assinalável projecção na zona ao seu redor e faz parte do imaginário local.

No presente troço, domina o sobreiro, emblemático do Alentejo e do país (foi declarado a Árvore Nacional de Portugal). Trata-se de uma árvore indispensável para a economia local, para a formação do solo, para a composição da paisagem, constituindo um elemento fundamental de todo um ecossistema com extraordinária biodiversidade.

O montado de sobro suporta um conjunto de espécies únicas e com estatuto de protecção. Só em termos de avifauna, existem nele mais de 50 espécies nidificantes. Outras espécies, como o gato-bravo, a geneta ou a doninha, estão associadas aos montados e sobreirais. Aves de rapina como a águia-cobreira, a águia-calçada ou a águia-de-bonelli nidificam em montados.